Quem sou eu

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Cantora que ama o que faz e não hesita em expor sua alma em cada palco que pisa.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Adorável Ro Ro!

Utilizei a frase usada pela minha produtora Vânia Dias, pra definir a pessoa maravilhosa com quem tive a honra de dividir o palco ontem à noite no Rival, Ângela Ro Ro.

A menina bonita de voz rouca que em 79 cantava “Amor, meu grande amor” e “Tola foi você”, virou sucesso, virou moda e mudou padrões. Escandalosa, destemida e livre ousou pelo simples fato de ser verdadeira. Meu comportamento de fã, acompanhou as oscilações desta brava que em nenhum momento se livrou do vício de compor (para o nosso bem). Quantos aos outros, sim.

Ontem, no meu primeiro contato com ela, de imediato me senti a vontade. Ro Ro, corria de um camarim para o outro, distribuindo sorrisos, roteiros, presentes e tirando fotos, muitas fotos, rs. O clima para o talk show que teria início em instantes estava extremamente descontraído. Sempre digo que a música nos torna um só, graças a Deus ela não respeita os rótulos em que somos enquadrados sejam eles quais forem. Mas ontem havia mais do que isso naquele teatro. Havia uma força viva atuando com sua capacidade máxima e nos tornando mais fortes com ela.

Estar no palco com aquela mulher hiperativa que me fazia perguntas enquanto  filmava com sua inseparável máquina fotográfica dos ângulos mais inesperados, que cantava comigo e soltava aquela gargalhada de quem vence, foi fantástico.  Seu humor sagaz ocupava todo o palco e ela sambava, cantava e abanava seu leque.

Nas músicas que cantou, sua voz era da mesma beleza do início de carreira. Linda e rouca.

Senti felicidade ao ver que ali estava a superação em pessoa, a volta por cima. Uma malandra de verdade que não se deixou enganar.

A grande lição estava ali diante de todos, amar a vida nada mais é do que VIVER!

Parabéns Ro Ro, e mil vezes obrigado!

Um comentário:

  1. Mariza Guimarães Dias28 de setembro de 2012 09:17

    Angela Ro Ro sempre foi minha cantora predileta.. e vc aprendi a gostar de sua voz nos sambas por onde andei. Não fui ao Rival, mas imagino a mágia que deve ter contaminado todos o encontro entre vcs duas. Parabéns Luiza, que as energias superiores te abençoe, dando-lhe saude, alegria e sorte.
    Mariza Guimarães Dias

    ResponderExcluir